Cinco qualidades-chave do gerente de TI

Há alguns anos, era comum encontrar nas empresas aquele rapaz especializado em computadores. Todo e qualquer problema, não importasse a área, era resolvido por ele. Era como um faz-tudo da informática. Com o crescimento dos negócios e a necessidade de contar com uma infraestrutura de TI à altura da satisfação dos clientes, essas mesmas empresas se viram obrigadas a criar um departamento de tecnologia e contratar um gerente. Hoje, além de estar antenado às novidades do mercado global, o CIO (chief information officer) deve estar alinhado com as estratégias de crescimento da empresa.  Entre as inúmeras qualidades necessárias para um executivo que tem de lidar com vários públicos diferentes ? equipe de trabalho, fornecedores de equipamentos e softwares, clientes e a própria diretoria da qual faz parte ? seguem as cinco principais: 1.Liderança. ?Conhecimento, organização e alto poder de comunicação são virtudes que integram a liderança. O CIO que detém conhecimento tecnológico necessário para desenvolver intrincados projetos, mas não domina a habilidade de falar com públicos diversos e ?vender? a TI como um recurso facilitador, está em risco. O líder é capaz de formar uma equipe sólida e motivada, contribuindo efetivamente para que as coisas aconteçam da forma mais satisfatória possível?.

2.Paixão. ?Executivos de sucesso se entregam completamente ao que gostam de fazer. O que se espera de um bom CIO é que esteja sempre ávido por conhecimentos tecnológicos, em busca de soluções que simplifiquem não só os departamentos de sua empresa, mas principalmente os negócios de seus clientes. O gerente de TI apaixonado pelo que faz encontra sempre um

a solução adequada para cada necessidade?.

3.Visão de longo alcance. ?Ao mesmo tempo em que está alinhado com a política da sua empresa ? às vezes, conservadora ? o CIO não deve deixar de cultivar uma visão de futuro. Além de antever problemas, deve ser capaz de criar facilidades que poderão despertar, por sua vez, necessidades. Assim é que os negócios avançam?.

4.Capacidade de gerenciar bons fornecedores. ?É preciso desenvolver perspicácia suficiente para distinguir bons fornecedores de produtos e serviços. Afinal, nem todos os vendedores estão 100% preocupados com o negócio da sua empresa. Nos últimos anos, com os cortes de gastos na área de TI, muitos CIOs se viram obrigados a desenvolver essa capacidade rapidamente. Mais do que isso: o CIO deve estar apto para explicar não só como o departamento de TI poderá se pagar, mas também mostrar como poderá gerar lucros nos demais setores da empresa?.

5.Criatividade. ?É raro quem aponte criatividade como atributo requerido a um CIO. Mas, olhando sob uma nova perspectiva, percebemos que para elevar uma empresa inteira a um patamar mais elevado é necessária uma dose cavalar de criatividade. Quanto maior o poder imaginativo do gerente de TI, tanto mais adequadas à realidade da empresa serão as soluções encontradas para enfrentar desafios. E os desafios são uma constante no ambiente corporativo?. 

Por Filipe Albuquerque, Atualizado: 16/8/2010 17:51

De: * Ezequias Sena é presidente da Online Brasil, empresa com 17 anos de atuação no mercado de TI, com foco em Data Center, Segurança e Infraestrutura.

zp8497586rq
%d blogueiros gostam disto: