Deep WEB – O Lado Negro da Internet

Este post do innergeticus é muito relevante.

A Deep Web parece uma obra da ficção científica, mas é exatamente o oposto. Ela é real e acreditem: há muita coisa ilegal e psicótica. Nela, é possível ver o trabalho de pessoas que fotografam crianças

nuas, perversões sexuais envolvendo animais e defuntos e tráfico de drogas como Peyote, Maconha, LSD e remédios tarja preta. E isso é só a tampa do esgoto. A Internet, com seu uso anônimo, é uma máquina de fazer crimes e de contar os relatos dos mesmos.

Comecei falando da Deep Web, mas não expliquei do que ela se trata. Pois então: ela se trata de sites que são, ou pertencentes a uma rede que anonimiza seus usuários (mais sobre isso depois), ou também de sites inalcançáveis, que não possuem referência em lugar nenhum. Vamos supor que você crie um blog aqui no WordPress mesmo. Você o cria e imediatamente ele já está indexado aos provedores de buscas mais famosos. Trocando em miúdos, você digita o nome do seu blog no Google e ele aparecerá, provavelmente na primeira página. Podemos chamar todos os sites indexados pelos buscadores farofas que usamos todos os dias de Surface Web, que é a parte da Web que fica na superfície, sites dos quais a maioria das pessoas geralmente acessam: Orkut, Google, Hotmail, Badoo, Pirate Bay, Facebook, WordPress, Blogger, Twitter, Tumblr e por aí vai. Podemos encontrar esses sites através das metatags e das tags específicas no HTML que é retornado na nossa tela. Quando entramos em um site, fazemos uma requisição para o servidor do site desejado e ele retorna na nossa tela um código HTML, com todas as tags e metatags, com informações como desenvolveu o site, e as palavras chave de seu conteúdo, para que ele possa ser facilmente indexado a algum motor de busca. Na Deep Web, a idéia é ocultar as metatags ou deixá-las extremamente confusas, dificultando e muito o acesso do usuário e também dos motores de busca. É uma página da Internet no meio do nada. E qual o intuito de alguém criar uma webpage que pessoas leigas não poderiam acessar? Com um simples olhar na Hidden Wiki, vemos onde o buraco começa, e, conforme vamos nos aprofundando, a coisa vai piorando de maneira significativa, de modo que se desiste de entender as mentes insanas que acessam e criam esse tipo de conteúdo anônimo.

Bom, agora que eu contextualizei a Deep Web, vou fazer um guia rápido para quem tem curiosidade, estômago forte, nervos de aço e apaga na hora que vai dormir:

Como os sites perdidos na Web são praticamente inalcançáveis, algumas pessoas reuniram alguns dos sites mais populares do submundo e colocou-os em uma Wiki, denominada The Hidden Wiki, um site com páginas editáveis, na qual os usuários escrevem artigos e linkam as páginas referentes àquele assunto. Para entrar na Hidden Wiki, há a necessidade de um programa especial que deixa o usuário anônimo e permite que urls que terminam em *.onion (usadas na deep web) possam ser acessadas. Então, tudo a se fazer é baixar o Tor (o programa do qual eu estava falando), abrí-lo (ele abrirá um Firefox Portável após a conexão com a rede Tor) e inserir o seguinte link: http://kpvz7ki2v5agwt35.onion/

Muitos boatos cercam a Deep Web, mas o fato que mais intriga, é a falta de informações relevantes sobre o que exatamente é a Deep Web e o que é feito nela. Material criminoso, como pedofilia, zooflilia, necrofilia, venda de drogas, serviços de assassinato por aluguel, foruns hackers e rumores dizem até em Snuff Films (filmes reais de assassinatos) e foruns de comunicação de terroristas. Considerando que até ?pessoas normais?, sem as habilidades de um hacker, consigam acessar a deep web, é no mínimo estranho que as autoridades responsáveis nada tenham feito sobre, e muito menos divulgado o submundo que existe muito perto do alcance de qualquer usuário da Internet.

ATENÇÃO: O Innergeticus não se responsabiliza pelo conteúdo que o usuário encontrar, nem pelos traumas ou por possíveis prisões desencadeadas do mau uso desse tipo de rede.

Por:
Publicado em maio 12, 2011 por innergeticus
O Lado Negro da Internet

%d blogueiros gostam disto: